Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/joven593/public_html/index.php:2) in /home/joven593/public_html/wp-content/plugins/wp-super-cache/wp-cache-phase2.php on line 60
Masturbação é pecado? | Jovens Adoradores
sábado , 24 fevereiro 2018
Últimas Notícias
Masturbação é pecado?

Masturbação é pecado?

Download PDF
Masturbação é pecado? A maioria dos não-crentes e também muitos crentes creem que a masturbação não apresenta nenhum problema. Certamente, não acham que é pecado e que só constitui um problema quando é uma obsessão e um substituto psicológico total para as relações sexuais normais.A muitos mitos sobre a masturbação, em escritos católicos e protestantes antigos, a este respeito. Alguns destes mitos são que a masturbação causa danos físicos, que destruirá a habilidade sexual no casamento ou que causará distúrbios emocionais. Estes mitos eram basicamente táticas para amedrontar e tinham pouca base em fatos.Não há passagem específica na Escritura que fale diretamente da questão da masturbação. Há quem chame a atenção para Gn 38:8-10 e I Co 6:9-10. Concordo com o escritor Herbert J. Miles, que estas passagens não falam de masturbação.

Mesmo assim, a Bíblia fornece orientações que lhe permitirão decidir se a masturbação é pecado ou não. Reflita sobre as seguintes observações:

1. Vejamos à definição de lascívia e luxúria: “Gratificação dos sentidos u indulgência para com o apetite; dedicado aos ou preocupado com os sentidos” e “desejo sexual intenso”. A masturbação encaixa-se definitivamente nestas definições (veja Gl 5:19). Pode-se praticar a masturbação sem lascívia ou luxúria?

2. O teste seguinte é o de sua vida mental. Jesus disse: ” Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela” (Mt 5:27,28). Quando uma pessoa pratica masturbação, o que se passa em sua cabeça? As cachoeiras de Paulo Afonso? Pode alguém se masturbar sem imaginar um ato sexual ou ao menos cenas sensuais? O que é que você acha? Se você pratica a masturbação, pode sua mente permanecer pura?

3. Em seguida, reflita sobre a santidade e a intenção da relação sexual no casamento. Sem sombra de dúvida, a masturbação é uma tentativa de experimentar as mesmas sensações que são atribuídas ao casamento. É um substituto do ato verdadeiro – uma farsa, uma falsificação, um dolo.

4. A masturbação é também totalmente egocêntrica. Uma das características do egocentrismo é a auto-indulgência. Paulo descreve o modo de vida de quem é controlado por Satanás, dizendo: “Todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos” (Ef 2:3).

5. Finalmente, a masturbação pode nos levar à escravidão. Quando uma pessoa é dominada por uma indulgência carnal, ela peca. “Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para obedecerdes às suas concupiscências” (Rm 6:12). Paulo também diz: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convém. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas” (I Co 6:12). Você é escravo da masturbação?

Reflita sobre os cinco enunciados acima, para determinar se, para você, a masturbação é pecado.

Liberte-se!

O impulso sexual é uma parte normal, dada por Deus, de qualquer homem ou mulher saudável. Envergonhar-se disto é duvidar da bondade de Deus para conosco. Abusar dele é contrariar a graça que Deus tenciona para nós. Ele nos criou com muitos impulsos e desejos, que podemos desenvolver ou usar de maneira errada. Como um deles, o impulso sexual ativa ou destrói os relacionamentos, de acordo com seu controle e aplicação.

A masturbação é um problema comum. Não devemos ter medo de conversar sobre ela nem de ajudar as pessoas a superá-la. Homens e mulheres acham que é um hábito igualmente opressivo, e buscam ajuda para a superação do problema. Compaixão, e não condenação, deve ser nossa resposta.

Minha conclusão é que a masturbação não deve fazer parte da vida do crente. I Coríntios 6:18-20, Gálatas 5:19 e I Tessalonicenses 4:3-7 são passagens que falam sobre a questão do uso de nossos corpos devidamente no sexo. Embora não possamos assentar todos os argumentos que dizem que a masturbação é pecado, não podemos negar que ela é resultado da lascívia e da paixão. Mas, na liberdade da graça de Deus, podemos escolher fazer o que é sagrado e direito aos olhos de Deus.

 

 

Fonte: Desconhecida

Comentários Via Facebook

158 comentários

  1. Muito feliz este comentario .

  2. Jovens Adoradores

    Amigo(a), quando a Bíblia fala da concupiscência da carne, abrange tudo o que se refere a nós mesmos. Se você imagina-se numa cena de sexo com outra pessoa, está pecando no uso de seu próprio corpo. Quanto mais se pensa em si mesmo no ato. Não existem meios de enganar o pecado! O enganado é o pecador, sempre. Paz e graça!

  3. Jovens Adoradores

    Hello! Thank you for your placement. We are always in the process of improving. Do not worry! We will make changes and invest in more legal posts to read. Tell us, what kind of post you likes? Peace and grace!

  4. Olá, tenho 19 anos e sou batizada desde os 9… Sou muito fiel a Deus, vou sempre a igreja, domingo é o dia que eu deixo de fazer qualquer coisa para estar na igreja. Eu nunca olhei pornografia (numa mesmo) e sou virgem. Eu desde meus 12 anos tocava minha vagina (por cima da roupa), mas não sabia que isso era masturbação. Hoje, namoro há 3 anos (meu namorado é convertido, mas ainda não batizado) e temos uma ótima relação, oramos todos os dias… No primeiro ano de namoro, começamos trocar caricias, eu sentia o penis dele ereto tocando em mim (por cima da roupa) até que um dia resolvi pegar nele por cima da roupa. Meu namorado tocou na minha vagina por cima da roupa também. Um tempo depois “avançamos” e um dia eu abri o fecho da calça para meu namorado tocar na minha vagina, aquilo para mim foi mágico, senti um prazer enorme (ele sente prazer em me tocar). Já lemos bastante, já resistimos por mais de 5 meses sem essas caricias, mas de vez em quando eu sinto vontade, e eu mesma coloco a mão dele na minha vagina, para que ele me masturbe (eu gosto muito, e já tive vários orgasmos, por ele apenas estar me tocando). Eu fico realmente preocupada, nós resistimos, mas tem vezes que ficamos um tempo separados (ele estuda e mora em outra cidade) e quando nos encontramos e ficamos juntos, eu sinto vontade da mão dele na minha vagina, ele não precisa nem masturbar, basta apenas que a mão dele esteja lá, já é o suficiente. Já perguntei para ele o que ele sente, e ele disse que sente muito prazer em me tocar. Como já disse, eu estou muito confusa a respeito dessa situação eu realmente amo ele e daqui dois anos (um pouco menos) vamos nos casar. Uma coisa que não disse, mas eu sinto mais vontade quando estou no período de provas da faculdade, e quando tenho muitos trabalhos… Eu nunca achei nada parecido com minha situação em outros blogs, alguém poderia me ajudar quanto a isso? Não sei o que eu faço… Já oramos juntos pedindo a Deus sobre isso e realmente ele nem eu talvez obtivemos uma resposta de Deus, parece ser aprovado… Eu penso as vezes (erroneamente?) Deus permitiria uma coisa dessas? Não conversamos com o pastor de jovens pois temos vergonha… Meu namorado tem 19 anos. Alguém poderia dizer algo para mim? Obrigada.

  5. Oii,tudo bem? Muito bom! amei o assunto. Gente , Estou amando o colch

  6. You made some nice points there. I did a search on the subject and found most guys will approve with your blog.

  7. carleane de sousa oliveira

    nossa como eu gostei das verdades que li nesse tópico so não aprende quem não quer muito bom

  8. It’s difficult to find well-informed people about this topic, however, you seem like you know what you’re talking about! Thanks

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.